7 motivos para você tirar uma soneca após o almoço

soneca1

Na Espanha, o cochilo após o almoço, ou a famosa sesta, é um hábito comum.

Em Madri numerosas lojas ficam fechadas no início da tarde, mesmo que, teoricamente, seja um momento de grande proveito comercial para os empresários.

Por aqui esse hábito não é cultivado, o que muitos especialistas consideram um erro, já que o cochilo pode trazer diversos benefícios para a saúde e até para os negócios.

Segundo alguns estudos, profissionais que cochilam após o almoço, mesmo que não seja um sono profundo, costumam apresentar produtividade superior do que os demais companheiros que não investem tempo no descanso durante o expediente. Então, quer saber mais sobre isso?

Primeiramente, vale ter em mente que depois do almoço muita gente sente uma vontade quase incontrolável de tirar uma soneca e relaxar, pouquíssimas pessoas, porém, possuem esse privilégio, de descansar após a refeição, o que, segundo especialistas, pode trazer diversos benefícios para a saúde.

Infelizmente, o hábito de tirar uma soneca após o almoço, ainda parece muito estranho para algumas pessoas, mas, na verdade, especialistas defendem que essa é uma prática saudável e que deveria ser seguida por todas as pessoas. Ao contrário do que muitos pensam, dormir após o almoço não é sinônimo de preguiça ou falta do que fazer, mas sim um hábito que pode, e muito, melhorar o desempenho nas atividades durante os períodos vespertino e noturno e, consequentemente, trazer mais saúde.

1- Reduz o risco de doença cardiovascular

É isso mesmo, se animou, não é?

Aquela gostosa soneca após o almoço ajuda na saúde do coração, e não precisa muito tempo não, basta apenas descansar 45 minutos após a refeição, que já irá ajudar na recuperação cardiovascular.

2- Deixa os neurônios mais ativos

Depois do consumo de alimentos é normal que nossos neurônios fiquem desconectados, por isso, uma soneca após o almoço cai bem para que ele possam voltar à ativa.

3- Reduz os riscos de obesidade

De acordo com alguns estudos, um cochilo após o almoço pode ajudar a reduzir os riscos de obesidade.

4- Fortalece o sistema imunológico

E isso não é tudo, aquela gostosa soneca após o almoço também regula o sistema imunológico aos níveis normais.

5 – Melhora o humor

Costuma bater um mal humor à tarde? Então, talvez uma soneca possa resolver seu problema, pois dormir após a refeição nos deixa mais animados e bem humorados.

6- Ajuda no combate à hipertensão

E mais, quem tira um cochilo após o almoço ainda consegue regular melhor a pressão arterial.

7- Melhora a concentração

Como anda sua concentração? Pois saiba que até ela melhora com o simples hábito de tirar um cochilo à tarde, pois, quando dormimos e sonhamos, melhoramos consideravelmente, a concentração e, consequentemente, acaba turbinando nossa facilidade de aprendizado.

Fonte: https://www.sitedebelezaemoda.com.br/soneca-apos-o-almoco/

ÁCAROS NA CAMA: APRENDA COMO HIGIENIZAR COLCHÕES

A sujeira dos colchões e roupas de cama pode ser o agente causador da má qualidade do sono. Descubra os perigos dos ácaros na cama e aprenda a higienizar.

colchao-quanto-tempo-dura

Dormir bem nem sempre está ligado apenas ao fato de ter uma rotina saudável e se alimentar bem. Você sabia que o seu colchão pode estar carregado de ácaros? Mesmo que a higiene dos lençóis e toda roupa de cama esteja impecavelmente correta, o seu leito pode trazer malefícios à saúde.

“Os colchões carregados de ácaros e poeira estão relacionados ao desenvolvimento de doenças alérgicas na pele. O principal exemplo é a dermatite atópica, uma doença bastante comum que se manifesta por meio de reações de dermatide, eczema ou placas avermelhadas, que coçam muito em algumas áreas. Em crianças, é comum aparecerem na face, mas também ocorrem muito nas regiões de dobras, como os cotovelos e atrás das pernas. Mas, também, pode se manifestar no corpo todo”, detalha a dermatologista Ana Carolina Sumam.

Os cuidados necessários vão além dos colchões, uma vez que roupas de cama, travesseiros e até acessórios dos quartos, como brinquedos de pelúcia, podem acumular ácaros. “Para crianças, por exemplo, bichinhos de pelúcia e coisas com pelo acabam juntando mais poeira. A roupa de cama deve ser, de preferência, de algodão e sempre bem limpa. O paciente pode usar aquelas fronhas antialérgicas, que são vendidas em lojas médicas”, recomenda a dermatologista.

E, quando a má higiene causa problemas, a qualidade do sono é afetada diretamente, desencadeando uma série de problemas graves. Na pele, os sinais de envelhecimento tendem a aparecer com maior facilidade. “Mais especificamente, o que acontece é que a pele, durante o dia, exerce uma função de barreira, protegendo o nosso organismo de agressões externas, como o sol, a poluição e o vento. À noite, ela se regenera para poder continuar exercendo essa função”, afirma Ana Carolina.

O mesmo acontece com o resto do corpo, uma vez que é durante o sono, que o trabalho de regeneração acontece nos nossos órgãos e tecidos. A especialista também aponta para os hormônios liberados durante uma boa noite de descanso. “Os hormônios produzidos à noite, como o do crescimento, estão também relacionados à pele. Nesse caso, ele estimula a produção de colágeno e elastina”. O que nos alerta para o fato de que o sono é uma ferramenta essencial para ter o desenvolvimento integral do organismo, especialmente entre os mais jovens. O mesmo acontece com a melatonia, que é liberada enquanto dormimos e possui ação antioxidante, combatendo à oxidação, causadora do envelhecimento celular.

O otorrinolaringologista Fernando Alves atenta para um um gênero muito comum de ácaros: o Dermatophagoides. “Dermato quer dizer pele, e phagoides, faz referência ao comer, então eles se alimentam das células mortas da pele”.

“Quando as pessoas têm alguma reação alérgica ou sensibilidade ao ácaro, é provocada uma vasodilatação e a migração de mediadores químicos, que causam obstrução das fossas nasais, secreção e coriza, desencadeando espirros e coceiras”, detalha. Ele também atenta para a liberação de histamina, que é uma substância mediadora que fica dentro das células. “Ao provocar alergias, as células são rompidas, liberando os mediadores, como a histamina, que leva aos sintomas clássicos de alergias respiratórias, rinite e asma”.

Higienizando colchões

De acordo com pesquisadores da Unicamp, um grama de poeira pode carregar até 40 mil ácaros. Ou seja, em dois anos de uso, um colchão pode estar recheado com 1,5 milhão de ácaros. De acordo com Gerson Marçal, CEO da indústria de limpeza alemã Pro-Aqua, é necessário higienizar os leitos, pelo menos, uma vez a cada seis meses.

Para isso, a empresa recomenda o smartcleaner Vivenso, um aspirador de pó que pode remover 99% dos ácaros, fungos e bactérias do ambiente, incluindo em estofados. Outros produtos da categoria oferecem funções similares, como os da marca Raibow. Para facilitar o serviço, também é possível contratar empresas que viajam a domicílio e realizam a limpeza devida, podendo até impermeabilizar estofados.

Na hora da compra, o eletrodoméstico com saco é mais indicado para pessoas alérgicas, uma vez que o indivíduo pode esvaziar o reservatório sem entrar em contato com a sujeira. Há também os modelos sem saco, que são capazes de sugar poeira e água.

O trabalho manual também é válido. “É possível limpar a superfície dos colchões com bicarbonato de sódio, espalhando sobre o estofado suavemente e, depois de uma hora, aspirar o pó. Uma solução de bicarbonato com água oxigenada 10 volumes também é eficaz (4 a 5 colheres de bicarbonato de sódio para 300 ml de água oxigenada). Deve-se borrifar sobre o colchão e deixar secar naturalmente por algumas horas”, indica Gerson Marçal.

A grande vantagem de ter um aspirador apropriado é a profundidade alcançada, que pode chegar até cerca de 20 centímetros. “A limpeza é feita a seco, de modo fácil e rápido. Todos os ácaros e outros micro-organismos são retirados do colchão e ficam retidos no filtro de água do aparelho. Pode-se ver toda a sujeira que é retirada”, aponta o CEO da Pro-Aqua, que também afirma que o aparelho é capaz de executar outras funções, como purificar o ar e limpar outras parte da casa.

Os tecidos que revestem os colchões Teralife são quimicamente tratados com Ultra Fresh (anti-fungos, anti-ácaros), preservando a higiene e evitando a proliferação de fungos e bactérias (odor), tornando-o anti-alérgico. Dessa forma o tratamento atua na prevenção
de problemas alérgicos e respiratórios causados por estes agentes. O uso desse tecido é extremamente seguro. É inofensivo a saúde e não causa nenhum tipo de sensação dérmica a pele.

Fonte: https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Comida/noticia/2019/03/acaros-na-cama-aprenda-como-higienizar-colchoes.html

 

 

Não consigo dormir: como saber se sofro de ansiedade ou de insônia?

insonia

O que é insônia?

É a dificuldade de pegar no sono ou de mantê-lo durante a noite. Já se caracteriza como insônia quando você passa mais de meia hora na cama tentando dormir e não consegue. Também quando sabe que os despertares noturnos vão trazer problemas pela manhã.

“Quem tem insônia costuma passar o dia seguinte de mau humor, com dificuldade de concentração, dor de cabeça, cansaço e até problemas de memorização. Os efeitos variam de pessoa para pessoa, alguns ficam acabados e outros não sofrem,” afirma Shigueo Yonekura, neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba. 

A doença pode ser crônica, mas os médicos costumam identificar o diagnóstico ocasional quando tais contextos se repetem cerca de três vezes por semana no decorrer de um a três meses. Os gatilhos variam e vão desde dores e doenças (de hipotireoidismo à depressão) até interferências comportamentais (como tomar muito café ou não ter rotina antes de deitar).

O que é ansiedade?

Quem sofre desse mal não está sozinho, muito menos no Brasil. O país é o campeão em ansiedade de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), com impressionantes 9,3% da população. A ansiedade pode começar como uma pulguinha atrás da orelha: você pensa em um assunto qualquer, como um trabalho que precisa entregar ou uma briga que teve, e o pensamento vai crescendo de forma descontrolada na sua cabeça. Aparecem desde sensações subjetivas de medo, angústia e inquietação, até pensamentos catastróficos e sintomas físicos, como sudorese, tremores e falta de ar. 

O que elas têm a ver com o sono?

Young woman depression

É aí que a história se complica. A ansiedade e a insônia são amigas de longa data e uma gosta de aparecer junto com a outra. Acontece que quando você está com insônia, fica lá deitado na cama pensando como o seu tempo de sono diminuiu, como precisava estar sem olheiras para a reunião amanhã, o que fará para aguentar o dia seguinte…

E, assim, a ansiedade pode tomar conta da sua cabeça. Isso, é claro, se você tiver pré-disposição a ser uma pessoa ansiosa.

Resumindo, a insônia pode ser gatilho para ansiedade em pessoas sensíveis ao transtorno. Quem não tem ansiedade e tem insônia fica sem angústia na cama, mesmo sem dormir.

Por outro lado, quando estamos ansiosos, imaginando tudo que pode dar errado no mundo, aceleramos o cérebro e afastamos o sono, o que pode causar insônia, já que a mente não desliga.

Assim, a insônia pode ser descrita até como um dos sintomas da ansiedade. Ou seja, quem sofre de ansiedade tem maior tendência a ter insônia, e quem tem insônia pode agravar ou desenvolver crises de ansiedade pela falta de sono. Uma pode levar a outra.

“É claro que nem todo ansioso tem insônia, e nem todo insone sofre com ansiedade, mas o perfil das pessoas com essas tendências costuma ser parecido, são mais exigentes, controladoras, perfeccionistas. Costumam ser aqueles que querem dar conta de tudo e, quando não conseguem, levam os problemas para a cama”, comenta Luciana Palombini, especialista em medicina do sono e médica do Instituto do Sono de São Paulo e da Associação Brasileira do Sono.

O mais comum é ver a ansiedade causando insônia, por ter aquela preocupação excessiva, dificuldade de relaxar, hipervigília, de acordo com Fabio Porto, neurologista do Hospital das Clínicas em São Paulo.

Tenho insônia ou ansiedade?

Para saber de qual problema você sofre, basta identificar quais são os gatilhos. Não dorme por estar com a cabeça transbordando de pensamentos incômodos? É mais provável que sua ansiedade esteja levando à falta de sono. Agora, se você só não consegue pregar os olhos e isso não desperta angústia, deve ser insônia. De qualquer forma, o indicado é consultar um médico para avaliação e tratamento adequado.

Como melhorar o sono?

dormir-bem-04.png

No caso de ansiedade, é importante consultar psicólogos ou psiquiatras para aprender a lidar com a agitação. Dependendo do caso, remédios podem ser indicados para ajudar a tranquilizar. Quando o diagnóstico é de insônia, também podem ser receitados medicamentos, o uso deve ser sempre acompanhado por médico e em curto prazo, apenas para ajudar na reeducação e não fazer o paciente depender do remédio.

Independente da causa, especialistas afirmam que manter uma boa higiene do sono ajuda a dormir melhor. 

Veja dicas para conseguir manter uma rotina antes de ir para cama e turbinar a qualidade do sono:

– Cerca de 40 minutos antes de se deitar, evite eletrônicos como celular e televisão. A luz desses aparelhos desperta e inibe a melatonina, hormônio que induz ao sono.

– Não deite na cama enérgico. Se estiver muito empolgado, tente fazer uma atividade relaxante antes, para se preparar para dormir quando o cérebro não estiver funcionando em força total.

– Tente manter uma rotina de horários: acorde na mesma hora e deite sempre no mesmo período. Caso não consiga dormir, no dia seguinte não tire cochilos durante à tarde, aguente firme para regular o sono na noite seguinte.

– Quem tem distúrbios de sono deve evitar produtos com cafeína (café, chá, refrigerante) depois das 17h, para não despertar.

– Álcool não é indicado. Apesar de iniciar o sono mais rápido, bebidas alcoólicas aumentam a tendência de acordar durante a noite e respirar mal durante o sono.

– Só ingira comidas pesadas até duas horas antes de dormir. Refeições completas alteram o metabolismo e influenciam no sono. Se tiver fome, opte por algo leve como frutas.

– Faça exercícios, eles podem ajudar a cansar o corpo e dar mais sono ao fim do dia. Mas termine de malhar, no máximo, três horas antes de dormir. Caso contrário, a atividade física pode acelerar o metabolismo e deixar você elétrico em um horário em que é necessário se acalmar.

– Seu quarto precisa estar confortável, nem muito frio, nem muito quente, bem escuro, com pouco barulho e roupa de cama adequada para estação do ano.

– O travesseiro também é importante, você não deve ficar com a cabeça nem muito alta, nem muito baixa. A melhor posição para dormir bem é de lado (tanto faz qual), com os joelhos levemente dobrados em direção ao abdômen.

– Exercícios de respiração e meditação podem ajudar a relaxar antes do sono, se não conseguir dormir ou se despertar durante a noite.

– Se não dormir em meia hora, levante. Faça uma atividade mais monótona, como ler um livro, para ficar sonolento. Só volte ao quarto quando o sono aparecer. Ao ficar muito tempo na cama sem dormir e irritado você pode ensinar o cérebro que o colchão não é um lugar de relaxamento e, sim, de estresse. Uma vez que essa ligação for estabelecida, fica ainda mais difícil de dormir ali.

fonte: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/11/12/nao-consigo-dormir-de-jeito-nenhum-e-insonia-ou-ansiedade.htm

Os homens são melhores de desempenho… na hora de dormir

O Better Sleep Council, braço de educação do consumidor da Associação Internacional de Produtos do Sono , conduziu uma pesquisa recente para sua campanha “O mês de maio é melhor para dormir”, sobre o desempenho dos americanos na hora de dormir, no que se refere aos regimes de sono.

O resultado? Os homens superaram as mulheres, mas ambos têm espaço para melhorar.

Os participantes foram questionados sobre seus hábitos de dormir e receberam uma classificação baseada nas melhores práticas quando se trata de comportamentos de sono. Em média, os americanos obtiveram o grau C (70%), mas olhando os sexos lado a lado, os homens superaram as mulheres com uma pontuação média de 72%.

No entanto, ao explorar hábitos específicos que contribuem para uma boa noite de sono, os homens se destacaram no quarto. Os resultados também levaram em consideração a satisfação geral dos participantes com a quantidade e a qualidade do sono.

“Nos últimos anos, o BSC percebeu que as pessoas não estão se gabando sobre o pouco sono que estão tendo, elas estão se gabando sobre o quanto estão dormindo bem. De fato, dormir com um pouco mais de qualidade está se tornando um símbolo de status entre os americanos”, afirmou Mary Helen Rogers, vice-presidente de marketing e comunicações do ISPA. “Por meio de nossa pesquisa, queríamos aprender por nós mesmos:” Quão boa é a América na cama? “Os resultados da pesquisa revelaram que os americanos não andam só falando.”

As mulheres são deficientes particularmente quando se trata de dormir o suficiente: Apesar de 84% das mulheres acreditarem que o sono é importante para sua saúde e bem-estar geral, seus hábitos e estilos de vida criaram barreiras para obter a quantidade desejada de descanso. A pesquisa revelou que 34 milhões de mulheres têm problemas para dormir e/ou ficam dormindo quase o tempo todo (21%), e quase 20 milhões apertam o botão soneca várias vezes ao dia (12%).

As mulheres mantêm os entes queridos também à noite. Os resultados da pesquisa mostraram que mais de 24 milhões de mulheres estavam propensas a deixar crianças e animais de estimação na cama (15%), em comparação com 4 milhões de homens (3%).

De acordo com o estudo, os homens eram mais propensos a se envolver em hábitos positivos de sono: 55 milhões de homens relataram dormir sozinhos (35%), 22 milhões seguem uma rigorosa hora de dormir – mesmo nos fins de semana (14%) -, 35 milhões não consomem bebidas com cafeína passado o meio-dia (22%) e mais de 55 milhões mantêm o nível de estresse no mínimo (35%).

Outros detalhes importantes sobre o desempenho do sono da pesquisa incluem:

Setenta e sete milhões de americanos (24%) afirmam que não têm aparelhos eletrônicos no quarto, nem mesmo uma televisão. Como isso afeta o sono: A luz azul emitida pelas telas em celulares, computadores, tablets e televisões restringe a produção de melatonina, evitando que a pessoa obtenha o sono de qualidade de que precisa.

Cento e setenta e quatro milhões de americanos (54%) raramente/nunca bebem álcool antes de dormir. Como isso afeta o sono: para os 46% dos americanos que relataram consumir álcool, é melhor beber no início da noite. Geralmente, leva duas horas para metabolizar meio copo de álcool, o que pode causar estragos na qualidade do sono.

Cento e noventa e três milhões de americanos (60%) têm um colchão com menos de 7 anos de idade. Como isso afeta o sono: Os especialistas recomendam que você avalie seu colchão depois de cinco anos de uso e desgaste. Um colchão mais velho pode não fornecer mais o conforto e o apoio que são essenciais para um sono de qualidade.

Fonte: http://anuariodecolchoes.com.br/os-homens-sao-melhores-de-desempenho…-na-hora-de-dormirCASAL DORMINDO

Quais os benefícios da magnetoterapia

magnetoterapiaA magnetoterapia é uma alternativa de tratamento natural que utiliza imãs e seus campos magnéticos para aumentar o movimento de algumas células e substâncias corporais, como a água, de forma a obter efeitos como diminuição da dor, aumento da regeneração celular ou redução da inflamação, por exemplo.

Para fazer esta técnica, os imãs podem ser inseridos em pulseiras, sapatos e outros objetos, de forma a serem mantidos perto do local a tratar, ou o campo magnético pode ser produzido por um pequeno aparelho que é colocado junto da pele, no local a tratar.

Esta técnica pode ser utilizada sempre que é necessário e possível acelerar o processo de recuperação. Assim, é por vezes utilizada na fisioterapia para ajudar no tratamento de casos de fraturas, osteoporose, lesões nos nervos, artrite reumatoide, tendinite, epicondilite ou osteoartrite, por exemplo.

Além disso, devido ao seu efeito de regeneração celular, a magnetoterapia também pode ser indicada por enfermeiros ou médicos no processo de cicatrização de feridas difíceis, como escaras ou pé diabético.

Quem não deve usar

Pacientes com marcapasso, só devem utilizar a magnetoterapia após aprovação do cardiologista, uma vez que o campo magnético pode alterar o ajuste do ritmo elétrico de alguns aparelhos de marcapasso.

Cuidando da saúde nos dias frios

 Equilibrio Inverno 2

A temperatura está baixa em diversas cidades do Brasil, mas isso não é motivo para deixar os exercícios de lado, não é mesmo? Pensando nisso, selecionamos as melhores dicas de como praticar atividades físicas com segurança.

O tempo frio exige mais cuidados quanto ao aquecimento e alongamento da musculatura. Além disso, é preciso encontrar alternativas para dias chuvosos ou saber como se proteger do vento e da garoa.

Aquecendo a musculatura

Sem dúvida o primeiro passo na hora de praticar exercícios deve ser aquecer o corpo e alongá-lo. Dedique 15 ou 20 minutos a este processo. Alongue os braços, pernas, dedos e pescoço. Isso irá aumentar a temperatura corporal, lubrificar as articulações e prevenir eventuais lesões.

Escolhendo roupas apropriadas

Nem pense em começar as atividades apenas de camiseta e calças finas. O corpo deve ficar permanentemente aquecido, isso significa que você deve usar varias peças de roupa e ir retirando-as aos poucos. O resultado será menos risco de lesões e melhor desempenho nos exercícios.

Hidratação é essencial

 

Não deixe de beber água também nos dias frios, mesmo sentido menos sede. Você pode intercalar água com sucos, chás ou outras bebidas.

Escolhendo os melhores exercícios

É importante saber que não há exercícios melhores ou piores para serem praticados no inverno, é preciso adaptá-los. Por exemplo, natação é uma ótima atividade, fortalece o sistema respiratório e trabalha os músculos sem causa impactos prejudiciais, porém no inverno os exercícios na água exigem uma piscina aquecida.

Se puder, opte por uma academia

Não há melhor época do ano para se matricular e passar a frequentar uma academia de ginástica. As baixas temperaturas costumam nos deixar com mais preguiça de mexer o corpo, mas ter um local equipado, aquecido e cheio de pessoas com um objetivo em comum pode te animar.

Fonte: http://saude.consultaclick.com.br/7251/bem-estar/dicas-para-praticar-exercicios-no-inverno

O que é o Novembro Azul e como ele começou?

 

 

Durante o mês de Outubro rolou a Campanha Outubro Rosa (que já explicamos por aqui). Agora no mês de novembro as coisas mudam de cor e passar a ficar azuis. O Novembro Azul é uma campanha super importante de combate ao câncer de próstata e conscientização da importância de exames regulares e diagnóstico precoce.

COMO ELE COMEÇOU E POR QUÊ O SÍMBOLO É UM BIGODE?

No exterior a campanha é chamada de Movember (Moustache + November em inglês. Bigode e Novembro). Começou em um Pub, na Austrália, em 1999. Um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. O mês de novembro foi o escolhido justamente por comemorar no dia 17 o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

A campanha foi um sucesso, alguns anos depois o país todo estava participando e foi criada o Movember Foundation Charity em 2004. A ideia então era que os homens deixassem o bigode crescer durante todo o mês de novembro (as mulheres davam seu apoio usando a cor azul ou bigodes falsos) para espalhar a conscientização da importância do cuidado a saúde masculina, com foco principal no câncer de próstata e depressão. Além disso, diversos eventos de arrecadação de fundos foram criados.

No-Shave-November-1
Hoje a campanha já é mundial, inclusive o bigode se tornou pouco para os participantes. Atualmente é comum o movimento levar o nome de “No Shave November” que seria, em tradução livre, Novembro sem se barbear. Durante esse período os envolvidos cultivam não mais só o bigode, mas também a barba. Alguns países continuam com o nome original (Movember ou No Shave November) e alguns – como o Brasil – utilizam o nome Novembro Azul, já que além do bigode a cor azul é símbolo da Campanha. A ideia é o máximo de pessoas usarem a cor azul, o bigode e a barba para deixar os “desentendidos” curiosos do motivo e então a partir dessa curiosidade espalhar a conscientização sobre a prevenção ao câncer de próstata através dos exames regulares e a atenção à saúde masculina.

NO BRASIL

Quem trouxe a campanha para o Brasil foi o Instituto Lado a Lado pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. A campanha ainda está crescendo por aqui, mas no ano passado foram realizadas 2.200 ações oficiais em todo o país e, assim como no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos. Diversas celebridades e instituições apoiam a campanha e muitos eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa. Com toda essa iniciativa, hoje a Campanha Novembro Azul faz parte do calendário nacional de prevenções.

SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA

simbolonovazul2

A próstata é uma glândula no aparelho reprodutor masculino com a função principal de produzir o esperma. O câncer de próstata é quando as células desse órgão começam a se multiplicar de forma desordenada.

Estatísticas indicam que:

  • Esse é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens.
  • Um em cada seis homens é alvo da doença.
  • Há um diagnóstico de câncer de próstata a cada 7,6 minutos.
  • Há um óbito por câncer de próstata a cada 40 minutos.
  • É o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo.
  • A doença em seu início não apresenta nenhum sintoma, por isso é de suma importância a realização de exames de toque e de sangue periódicos.
  • O exame de sangue NÃO substitui o de toque, visto que muitas vezes a doença não é detectada a partir do sangue, assim, os exames são complementares e devem-se fazer ambos.

Normalmente, os homens são mais resistentes a cuidar de sua saúde de forma preventiva e procurar um médico regularmente. Por isso na maioria das vezes a doença é descoberta tardiamente, apenas quando os sintomas começam a aparecer. E 95% dos casos de câncer de próstata já se encontram em estágio muito avançado e grave quando os sintomas começam a aparecer. Por isso é tão importante prevenir-se e descobrir a doença na fase inicial, quando as chances de cura são grandes.

Mas, quais são os sintomas?

Os sintomas mais comuns – que como já dito anteriormente só aparecem na fase avançada da doença – são: vontades urgentes e repentinas de urinar, dificuldade para urinar, diminuição no jato de urina, aumento da frequência urinária, dores corporais e ósseas, insuficiência renal e fortes dores.

PREVENÇÃO

Não existe uma forma de se tornar imune à doença. Por isso os exames de sangue e toque periódicos são tão importantes, eles possibilitam o diagnóstico precoce e o tratamento efetivo – além de menos invasivo – aumentando as chances de cura.Novembro Azul

A doença atinge principalmente homens acima dos 50 anos de idade e por isso homens nessa faixa etária devem realizar os exames anualmente. Além disso, homens com história de câncer na família correm mais risco, exigindo o início dos exames anuais aos 45 anos de idade.

Mas existem alguns hábitos para diminuir os riscos da doença:

  • Uma dieta saudável. Rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais. Evitando gorduras, principalmente de origem animal.
  • Atividade física. Ao menos 30 minutos, 5 vezes na semana.
  • Controle de Peso. Evitar a obesidade e manter o peso adequado ao seu corpo.
  • Diminuir o consumo de álcool. É indicado que o homem limite-se à apenas duas taças diárias.
  • Não fumar. Essa é a principal regra para evitar qualquer tipo de câncer.

Participe você também do Novembro Azul e espalhe a conscientização da importância dos exames periódicos, da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Assim como no Outubro Rosa, deixamos aqui no fim do post várias imagens de maravilhas vestindo a cor da campanha:

 

Fonte: http://www.psicologiaparacuriosos.com.br/o-que-e-o-novembro-azul-e-como-ele-comecou/

 

Confira os pontos de coleta da #CalorHumano

Participe da campanha #CalorHumano e ajude a deixar o inverno em Minas Gerais mais quentinho!

Até o dia 30 de julho, contamos com a ajuda de todos para arrecadar roupas, cobertores e acessórios de inverno em bom estado para doar a pessoas em situação de vulnerabilidade social em várias regiões do estado que não têm como se aquecer no frio.

Mostre o seu #CalorHumano!

Para entregar sua doação, é só escolher um ou mais dos seguintes pontos:

Belo Horizonte e região:

Parceiro Local de coleta
Cidade Administrativa Prédio Minas / Prédio Gerais / Palácio Tiradentes
ASCOM (Ministerio publico) Rua Dias Adorno, 367 / 10° andar
ASCOM(tribunal de justiça) Rua Goias, 253
Anexo II(tribunal de justiça) Avenida Rajagabaglia, 1753
Fórum(tribunal de justiça) Avenida Augusto de Lima, 1549
Imprensa Oficial Avenida Augusto de Lima, 270
IEPHA (sede) Rua Aimorés, 1697
Memorial Minas Gerais Vale Praça da Liberdade, 640
Arquivo Público Mineiro Avenida João Pinheiro, 372
Biblioteca Pública Luiz de Bessa Praça da Liberdade, 21
CEFART Liberdade Rua Sergipe, 884
CEFART Palácio das Artes Avenida Afonso Pena, 1537
Centro Cultura Banco Brasil Praça da Liberdade, 450
Espaço Conhecimento UFMG Praça da Liberdade, 700
Centro Arte Popular CEMIG Rua Gonçalves Dias, 1608
Horizonte SEBRAE – Casa Eco. Criat. Rua Santa Rita Durão, 1275
MM Gerdau – Museu Minas Metal Praça da Liberdade, 680
Museu dos Militares Mineiros Rua dos Aimorés, 698
Museu Mineiro Avenida João Pinheiro, 342
Centro de Inf. Visitante (pr. Verde) Praça da Liberdade s/n
Shopping Diamond Av. Olegário Maciel, 1600 – Lourdes, Belo Horizonte
Patio Savassi Av. do Contorno, 6061 – Funcionários
BH Shopping Rodovia BR 356, 3049 – Belvedere
 REDE MINAS Av. nossa senhora do carmo, 931 – sion
RADIO INCONFIDENCIA Av. Raja Gabáglia, 1666
PUC Av. Dom José Gaspar, 500, prédio 47, sala 105
UniBH Rua Diamantina, 567 – Lagoinha
Av. Américo Vespúcio, 2.033 – Caiçara
Avenida Cristiano Machado, 4000, União
Avenida Dois Mil Trezentos e Trinta e Dois nº 1495, Bairro União
Av. Prof. Mário Werneck, 1685 – Estoril
Rua Rio de Janeiro, 1323 – Lourdes
Unabh R. dos Aimorés, 1451 – Funcionários,
R. da Bahia, 1764 – Centro
R. dos Goitacazes, 1159
Rua dos Guajajaras, 175
Av. João Pinheiro, 515
Postos MINASPETRO  Avenida Antonio Carlos, 7585 – Pampulha
 Avenida Cristiano Machado, 1383 – B. da Graça
Avenida  do Contorno,10325 – Barro Preto
Via Expressa Dde Contagem, 4447 – Perobas
 Via Expressade Contagem, 6900 – Bernardo Monteiro
Avenida Raja Gabaglia, 2461 – São Bento
Avenida Nossa Senhora do Carmo, 450 – São Pedro / Carmo
Avenida Getulio Vargas, 1010  – Funcionários
Avenida Prudentes de Morais, 303 – Cidade Jardim
Book Convites Rua são Lazaro,1099 – Sagrada Familia
Centro Universitário Newton Paiva Rua José Cláudio Rezende , 420 – Buritis
Av. Barão Homem de Melo , 3322 – Estoril
Av. Silva Lobo , 1.730 – Grajaú
Av. Presidente Carlos Luz , 800 – Caiçara
Av. Presidente Carlos Luz , 220 – Caiçara
Av. Carlos Luz, 650 – Caiçara

Blog no WordPress.com.

Acima ↑